segunda-feira, julho 20, 2009

DOWNLOAD HINOS DE DESPACHO DO SANTO DAIME - SANTO DAIME HYMNS


Aqui podem fazer o download dos hinos do despacho do Santo Daime gravados em Céu do Mapiá. Puxadoras: Radarane, Bartira, Terezinha e Josie Violao: Demotier
Para fazer download de todos os hinos olhem bem, o último da lista é um archivo .zip que contem todos os hinos.

Here you can download the Santo Daime hymns that we sing during the period of time we drink the Santo Daime. Singers: Radarane, Bartira, Terezinha e Josie. Guitar: Demotier
To download all the files at one, scroll the bar, the last file is a .zip file with all the archives inside. ENJOY

Aqui pueden descargar los himnos de despacho del Santo Daime. Cantantes: Radarane, Bartira, Terezinha e Josie. Guitarra: Demotier
Para hacer el download de todos los archivos de una sola vez, mueve la barra hasta el final, vas a ver un archivo .zip ahí estan todos los himnos. DISFRUTALOS!!

DOWNLOAD - BAIXAR - DESCARGAR - SCARICARE HINOS DE DESPACHO


20 july 1810 INDEPENDENCE DAY - INDEPENDENCIA DE COLOMBIA - BELOVED COUNTRY - GLORY TO YOU FOREVER


El himno de Colombia fue escrito por Rafael Nuñez y la música fué escrita por Oreste Sindici, contiene 12 estrofas , aqui en el video solo el coro y la 1a estrofa

Write by Rafael Nuñez and music for Oreste Sindici

OH UNFADING GLORY!
OH IMMORTAL JOY!
IN PAIN'S RUT
THE GOOD ALREADY GERMINATES

IT STOPPED THE HORRIBLE NIGHT
THE SUBLIME FREEDOM
HE SPILLS THE DAWNS
OF HIS INVINCIBLE LIGHT.
THE ENTIRE HUMANITY
THAT BETWEEN CHAINS WAILS,
UNDERSTAND THE WORDS
OF THAT WHO DIED IN THE CROSS.


10TH PART (ONE OF MY FAVORITES) DEDICATED TO MY BROTHERS AND SISTERS FROM IRAN
ANY MORE IT IS NOT A FINISHED GLORY
TO WIN IN THE BATTLE,
THAT THE ARM THAT IT FIGHTS
THE TRUTH CHEERS IT UP.
THE INDEPENDENCE ALONE
THE BIG CLAMOR DOES NOT SILENCE:
IF THE SUN LIGHTS ALL
JUSTICE IS FREEDOM



* Amarillo: representa la riqueza del suelo colombiano.
yellow: means the rich of our land
* Azul: representa los dos oceános que bañan el territorio colombiano.
Blue: means the 2 oceans Atlantic and Pacific that touch our land on the north and west
* Rojo: representa la sangre vertida por los héroes en los campos de batalla para conseguir la libertad de Colombia.
REd: means the spilled blood of the people who die to get our independence



Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar y Palacios Ponte Blanco, more commonly known as Simón Bolívar "The Liberator" (Caracas, July 24, 1783 – December 17, 1830 in Santa Marta) was one of the most important leaders together with José de San Martín of Spanish America's successful struggle for independence against Spain. Following the triumph over the Spanish Monarchy, Bolívar participated in the foundation of Gran Colombia, a nation formed from several liberated Spanish colonies. He was President of Gran Colombia from 1821 to 1830. Bolívar is credited with contributing decisively to the independence of the present-day countries of Venezuela, Colombia, Ecuador, Panama, Peru, and Bolivia and is revered as a national hero in them.

Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar Palacios Ponte y Blanco, mejor conocido como Simón Bolívar , (Caracas, 24 de julio[1] de 1783Santa Marta, Colombia, 17 de diciembre de 1830) fue un militar y político venezolano, una de las figuras más destacadas de la Emancipación Americana frente al Imperio español junto con el argentino José de San Martín. Contribuyó de manera decisiva a la independencia de las actuales Bolivia, Colombia, Ecuador, Panamá, Perú y Venezuela. Le fue concedido el título honorífico de Libertador por el Cabildo de Mérida en Venezuela que, tras serle ratificado en Caracas, quedó asociado a su nombre. Los problemas para llevar adelante sus planes fueron tan frecuentes que llegó a afirmar de sí mismo que era "el hombre de las dificultades" en una carta dirigida al general Francisco de Paula Santander en 1825.

Participó en la fundación de la Gran Colombia, nación que intentó consolidar como una gran confederación política y militar en América, de la cual fue Presidente. Bolívar es considerado por sus acciones e ideas el "Hombre de América" y una destacada figura de la Historia Universal, ya que dejó un legado político en diversos países latinoamericanos algunos de los cuales le han convertido en objeto de veneración nacionalista. Ha recibido honores en varias partes del mundo a través de estatuas o monumentos, parques, plazas, etc.






Policarpa Salavarrieta (c. 1791 – November 14, 1817), also known as La Pola, was a Colombian seamstress who spied for the Revolutionary Forces during the Reconquista, a period when Spain attempted to regain control of its colonies in South America. She was captured by Spanish Royalists and executed.

The hour chosen for her execution was 9 in the morning of November 14, 1817. Hands bound, La Pola marched to her death with two priests by her side and led by a guard. Instead of repeating the prayers the priests were reciting, she cursed the Spaniards and predicted their defeat in the coming Revolution. She was to die with six other prisoners and her lover, Alejo Sabaraín, in the Bolívar Square. After ascending the scaffold she was told to turn her back, as that was the way traitors were killed. She asked to die kneeling, a more dignified position for a woman.

As was customary, the bodies of Alejo and the other six prisoners were paraded and exhibited through the streets of Bogotá, to scare off would-be Revolutionaries. Being a woman, she was spared this final humiliation.

Her Augustinian friar brothers, José Maria de Los Ángeles and Manuel Salavarrieta, claimed the body, to give her a proper Christian burial in the convent church of San Agustín, in the neighborhood of La Candelaria.[5]

******************************************
(Guaduas, 26 de enero de 1795 - Santafé de Bogotá, 14 de noviembre de 1817)[1] fue una heroína de la independencia de Colombia, también conocida como La Pola, actuó como espía de las fuerzas revolucionarias y murió fusilada en Bogotá durante la Reconquista Española.
Policarpa fue entonces a Guaduas, algunos dicen que fue maestra, sin embargo para la época era poco probable que una mujer ejerciera esa labor a menos que fuera religiosa. Allí cumplía tareas del movimiento clandestino. Vivía un intenso romance con el también patriota Alejo Sabaraín, a quien había conocido en la clandestinidad. Provista de pasaportes falsos, ella y su hermano llegaron a Santafé asediada por el terror realista. Aparentemente era empleada del servicio doméstico de Andrea Ricaurte Lozano, pero en realidad la casa era el centro de la subversión patriota. Desde allí Policarpa desplegó una amplia labor de información y contactos para los guerrilleros, cuyo movimiento ya coordinaba las fuerzas de los Almeyda con la de guerrillas de Casanare y Arauca, dirigidas por Manuel Röergas de Serviez, Ramón Nonato Pérez y Francisco de Paula Santander.

Los españoles lograron descubrir la organización clandestina de la ciudad, usando al informante Facundo Tovar. Esto obligó a sus integrantes a huir para vincularse directamente a las guerrillas. Parte de los fugitivos fueron detenidos con un informe escrito por La Pola sobre sus actividades, dirigido al comando guerrillero. Policarpa fue detenida por el sargento Iglesias, quien siguió a su hermano Bibiano hasta su escondite. Posteriormente fue apresada en el Colegio Mayor de Nuestra Señora del Rosario, juzgada en consejo de guerra el 10 de noviembre de 1817 y fusilada el 14 de noviembre en la Plaza Mayor de Santafé de Bogotá, al lado de su novio, Alejo Sabaraín y otros seis patriotas. Sus restos se encuentran en el panteón de los héroes de la independencia en la Iglesia de la Veracruz en Bogotá.[1]

El gobierno español concentró entonces una ofensiva contra las guerrillas de Cundinamarca que tuvieron que replegarse a Casanare, donde continuaron la lucha hasta unirse con las tropas de Simón Bolívar en 1819.





***************************************

quarta-feira, julho 15, 2009

FIRST CELEBRITY DIES OF SWINE FLU - PRIMERA CELEBRIDAD A MORIR DE FIEBRE SUINA - PRIMA CELEBRITÁ A MORIRE DI FEBRE *

FIRST CELEBRITY DIES OF SWINE FLU
PRIMERA CELEBRIDAD A MORIR DE FIEBRE SUINA
PRIMA CELEBRITÁ A MORIRE DI FEBBRE SUINA
PRIMEIRA CELEBRIDADE A MORIRE DE FEBRE SUINA










AND WE ALL KNOW WHO THE CARRIER IS
Y TODOS SABEMOS QUIEN ES EL PORTADOR
E TUTTI SAPIAMO CHI É IL PORTATORE
E TODOS NOS SABEMOS QUEM É O PORTADOR

terça-feira, julho 14, 2009

POEMA DESDE LAS TERRAZAS DE TEHERÁN - ESCUCHA ATENTAMENTE - POEMA DESDE I TERRAZI DI TEHERÁN - ASCOLTA ATTENTAMENTE POEM SUBTITLE IN ENGLISH




Dios omnipotente, anoche te llamamos tanto
Te imploramos muchísimo
¿Por qué no era este día - el día?
No he perdido todavía la esperanza
Pero no tengo mucha tampoco
¡Escucha!
Los gritos son más fuertes mucho más altos
¿Por qué duermes?
¿Por qué no dices algo?
¿Por qué no reaccionas?
Hemos puesto nuestras vidas en la palma de tus manos
¿Por qué no te muestras tu mismo?
Todos lo estamos haciendo lo mejor que podemos
¡Escucha!
Este es nuestra voz
Una voz que no tiene ninguna otra salida
Escucha
Esta es nuestra voz que sube de las profundidades de nuestras almas
¡Oh Dios! ¿por qué nos abandonaste tan indefensos?
Allah-o-akbar
¡Oh Dios! Ellos te llaman. ¡Escucha!
¡Escucha! ¡Ellos te llaman!
¡Si estás durmiendo, despierta!
Este no es el momento para dormir
¡Esta vez debes escuchar!
Escucha desde cerca
Escuche así no tendrás ninguna excusa cuando nos encontremos después de la muerte
Entonces no dirás que "no oí sus voces"
¡No digas que no te llamamos para que nos escucharas!
Escuche de cerca
Todos ellos te llaman
Escuche de cerca


Dio onnipotente, la notte scorsa ti abbiamo chiamato tanto
Abbiamo gridato per voi in voce alta
Perché non è stato questo giorno - il giorno?
Non ho ancora perso la speranza
ma non ne ho molta ancora
Ascolta! Le grida sono molto forti
Perché stai dormendo?
Perchè non dire qualcosa?
Perché non riaggisci?
Abbiamo messo le nostre vite nelle palme delle tue mani
Perché non ti mostri?
Stiamo facendo tutto il meglio che possiamo
Ascolta!
Questa è la nostra voce Una voce che non ha altro sbocco
Ascolta Questa è la nostra voce che proviene dal profondo delle nostre anime
Oh Dio! perché ci hai lasciato così indifesi?
Allah-o-akbar
Oh Dio! Loro ti chiamano.
Ascolta!
Ascolta! Loro ti chiamano!
Se stai dormendo, sveglia!
Questo non è il momento di dormire Questa volta si deve ascoltare!
Ascolta Ascolta attentamente
in modo che tu non avrai scuse quando ci incontreremmo nel aldilà
Quindi non potrai dire ' Non ho sentito le vostri voci '
Non dire che non ti abbiamo chiamato!
Ascolta attentamente
Tutti loro ti chiamano
Ascolta

domingo, julho 12, 2009

AT COTOPAXI WHRE IS MY VOTE - DONDE ESTA M MI VOTO - CAD'É ??



En la cima del Cotopaxi a 5857m de altura en Ecuador DONDE ESTA MI VOTO!! GRANDE!!! WOWOWOW!!

At the summit of Cotopaxi 5857m in Ecuador WHERE IS MY VOTE UNBELIEVABLE!! GREAT WORK!!

In cima al Cotopaxi in Ecuador a 5857m di altezza DOV'È IL MIO VOTO!!! SUPERBO!!

Em cima ao Cotopaxi em Ecuador a 5857m CADÈ O MEU VOTO !!! SHOW DE BOLA!!

MAD MARIA BRILHANTE CONTA A SUA HISTORIA



Mad Maria Brihante, Rafael (entrevistador), André (neto) e Osmarina (filha) em Florianópolis.


Entrevista com a cabocla que foi vizinha de Raimundo Irineu Serra

Pioneiros


O Hinário Estrela Brilhante, recebido por Maria Brilhante, é cantado no dia de Santo Antônio, na virada de 12 para 13 de junho. Ele abre o Festival de inverno, oportunidade de celebrar a sabedoria do povo humilde da floresta.



Por este motivo publicamos esta entrevista, concedida em junho de 2007, quando Maria Brilhante e sua família estiveram visitando a comunidade Céu do Patriarca, em Florianópolis. Sua vida é um exemplo de humildade e dedicação. Suas palavras refletem a lealdade do povo caboclo que fundou o movimento sócioambiental e espiritual liderado por Sebastião Mota de Mello, hoje organizado pelo Instituto CEFLURIS.


A Senhora nasceu aonde?

Eu nasci no Pará, em Alemquer onde o rio Amazonas se encontra com o Tapajós.

E que ano foi que nasceu.

Foi em 12 de setembro de 1934.

E como foi parar no Acre?

Minha mãe foi para o Acre eu tinha um ano. Meu pai fugiu de casa. Arranjou um buxo (gravidez) numa cunhada e fugiu quando eu tinha oito meses de nascida. A minha mãe esperou, porque ele disse que ia comprar um lugar, mas não voltou. Ela ajuntou-se com outro homem e foi morar no Alto Acre. Chegamos, e com três meses ele morreu e nós ficamos só no seringal. Ah meu filho! Minha vida é um romance.

Morávamos com um pessoal que saiu junto com meu pai para o barracão (ponto de encontro do seringal) e nós ficamos na colocação. Ele disse que voltava logo, mas passou dois mês e ele não voltou. Nós sozinha em casa sem ter nada para comer. Minha mãe tentando pegar peixe onde lavava a roupa no igarapé que. Mas acabou-se tudo. A farinha que ele deixou foi pouca. A noite eu chorava, já faltando a força. Eu chorava com fome e minha mãe não tinha o que dar. De manhã ela ia nos roçado longe, que tinha, buscar aquelas macaxerinha que sobrava na terra e botava no fogo para mim comer. Comia de dia, mas de noite, meu filho, tinha fome, que a comida não alimentava mesmo. Eu chorava com fome e ela então esquentava água, botava sal na água, amornava e me dava de beber. Eu bebia aquela água e dormia. No outro dia ela ia no roçado arrancar as caberra. O pessoal arranca a macacheira, os capitão que a gente chama, e onde fica uma raiz ela brota e dá batata. E minha mãe ia nas capoeira velha arrancando aqueles cambão de roça. Chegava em casa a gente descascava, limpava, ralava, espremia, torrava no caco e fazia queles litrinho de farinha. Com isso ela fazia beijuzinho para mim comer de manhã. Ela fazia o café e no roçado também tinha cana, mas não tinha açúcar. Ela tirava a cana, batia, espremia, tirava a garapa e fazia o chá para nós tomar com o beijuzinho. Até que um dia passou um pessoal saindo do seringal e ela pediu uma ajuda pra tirar ela para o barracão.

O barracão era o lugar onde entregava as mercadoria. Era o armazém do patrão. Eu tinha 2 anos. Fomos para o barracão e ela ficou trabalhando lá, lavando a roupa do pessoal. Nao era nada, mas dava 500 réis, lavando roupa para umas pessoas e comprando alguma coisa que faltava para mim e pra ela. Até que ajuntou-se com um homem e ainda teve cinco filho dele. Hoje são vivos dois, os outros morreram. E nós ficamos nessa luta.

Depois meu padrasto começou a beber e não me dava nada. Para mim ele nunca tirou a mão para me dar um bombom. Ia para o barracão e vinha com bombom, sandália, roupa pros meninos, mas para mim ele nunca me deu nada. Ele entregava para a minha mãe e ela é quem me dava, ele mesmo nunca estirou a mão para me dar. Eu fui crescendo com aquele desgosto. Quando tinha oito ano fomos morar em Feijó/AC. Lá ele começou a beber de mais e eu fui crescendo.

Com 15 anos eu me casei com o Eduardo. Não aguentava mais. Porque nós tirava lenha, meu filho. Passávamos a semana todinha tirando lenha e carregando para a cidade, quase três horas de viagem com um cesto de lenha na cabeça. Eu tenho uma junta do pescoço que é fora do lugar. Foi uma queda com um feixe de lenha. Cai e o pescoço rodou. Passei mais de ano sem poder mexer o pescoço. Minha mãe fazendo promessa para Sto Antonio, São Francisco. Eu passei baixo. Tinha gostado do Eduardo e resolvi me casar. Fui para minha casa aí melhorou um pouco. Eu ia dormir no chão. Já dormi sem roupa para me embrulhar. Já sofri muito neste mundo, sabe. Dou graças a Deus eu viver por aqui, e agradeço a Deus e o papai que me trouxe para dentro desta Doutrina, me puxou. Que eu sei que ele foi quem me trouxe. Foi ele que me carregou. Na primeira vez que eu vi o Pd Sebastião, ele disse assim: "Custou, mas chegou minha filha". Eu não sabia nem porque, agora é que eu estou entendendo tudinho que ele me falou. Graças a Deus, de lá pra cá, é a minha família, é o meu povo mesmo esse pessoal. Tem o hino do Paulinho que ele dá graças a Deus que está na família de São João Batista. Eu dou muitas graças a Deus e peço muito pela felicidade desse povo cansado, que estão lutando com nós - o Antônio, Valfredo, Valdete, eles tão na batalha por nós. Que nós ficamos entregues a eles. Papai saiu e eles ficaram aqui tomando de conta. Tenho maior amor por eles e o maior respeito, porque eu sei que é eles mesmo que estão levando a Doutrina, a comunidade, a irmandade.

A como a senhora conheceu o Mestre?

Nós saímos de Feijó e fomos para Rio Branco. Fomos morar com minha mãe, na Custódio Freire, seis quilômetros de onde o padrinho Irineu morava. Eu fui estudar de novo. Tinha aula de noite e o Luís Mendes era o professor. Teve um dia que não ia ter aula. Minha mãe dizia que era porque tinha "trabalho lá" . Um dia eu perguntei: "Seu Luís, porque não vai ter aula?". "É concentração", ele respondeu. E o que é? Ele me disse e eu pensei: ah, é o cipó! Eu já tinha tomado o cipó com os caboclos muitos anos atrás. É o cipó e eu vou lá. Eu, uma amiga e um rapaz que estudavam junto comigo, nós enganava minha mãe. Nós dizia que ia para aula, e perto da escola estavam fazendo estrada e tinha aqueles bueiro bem grande. Nós entrava dentro dos bueiro e deixava os livro tudo ali e ia para a igreja do Irineu tomar o cipó. A primeira vez só eu que tomei, os outros não tomaram não. Aí eu disse: "pronto, não saio mais". Nunca mais saí, graças a Deus!

E eram bons os trabalhos com o Mestre?

Era bom. Mas não tinha muita diferença porque o Daime é o mesmo. O Daime não mudou, a força é a mesma e o Mestre está do lado mesmo, porque ele saiu, mas não nos abandona.

E se fardou com o Mestre.

Foi. O Mestre foi quem deu minha farda. Tava com três anos que eu tomava Daime e um dia ele perguntou para mim: "tu não está fardada ainda por que?". Eu disse: "olha padrinho, eu não tenho dinheiro para comprar minha farda, o dinheiro que o Eduardo ganha só dá para fazer o rancho, comida de casa e leite pros menino (a Osmarina e o Tonho)". "Pois é", disse ele, "as coisas são assim mesmo". Na hora que eu ia saindo ele pegou 50 mil réis e deu: "toma minha filha, vai comprar sua farda. Quando você chegar leva na Percília que ela faz sua farda. Amanhã a Peregrina vai pra rua, vai com ela que ela te ajuda a comprar o que precisa". Eu fui na Peregrina: "O padrinho me deu um dinheiro para comprar minha farda, tu vai pra rua amanhã e vou mais tu". O outro dia nós fomos. Ela comprou minha farda, todos os verdes e levamos na Percília. Quem me deu minha farda foi meu Pd Irineu. A estrela eu fiz de papelão, com aquele papel douradinho. Depois, o Pd Irineu teve uma visão que era para todos nós usar. Que os homens usavam a fita que nem nós. Usava a fita, usava uma rosa e as mulheres usavam o vestido branco com a faixa e uma fita, não tinha o saiote. Ai ele disse que quem pudesse mandar fazer uma estrela de prata fazia, quem pudesse de ouro fazia de ouro, quem pudesse desse metalzinho amarelinho podia fazer. E as mulheres iam usar o saiotezinho e deram jeito no saiote, um palmo de saiote do corte para baixo. Um dia o Pd Sebastião foi para rua e mandou fazer as estrelas: a minha, a do Valfredo, do Valdete e a dele. Eu nem gosto de andar muito com ela de medo de perder. O papai me deu uma estrela de ouro. Hoje eu tenho minha estrela.

E a senhora encontra com a dona Peregrina ainda?

Sempre que vou a Rio Branco eu passo lá. Ela já está bem velhinha, mas era mulher muito bonita e nós convivíamos muito. Na casa do Pad Irineu se fazia arraial. Nós ia pra lá e matava porco, matava galinha, matava pato, nós fazia bolo, nós assava carne - fazia tudo quanto era coisa para fazer o arraial. Era animado lá. Depois ele fez a passagem e acabou-se tudo, o pessoal foi embora tudo.


E quando chegou no Mestre o hinário dele estava em qual hino?

Tava no Cruzeirinho. Era todo mundo morando pertinho dele. Todo mundo com seus terreninho, ele no terreno dele. Nós mesmo moramos cinco anos no terreno dele. A cerca da minha casa era uns dez metros e atravessava para o terreno da Igreja. Na frente tinha outra cerca que era uma área de terra que ele deu para fazer um seringal. O Eduardo trabalhava nesse seringal, mas depois o dono fechou o seringal e não quis mais. E de lá, graças a Deus, fomos pra perto do papai também. Depois que ele saiu o pessoal espatifaram tudo, foram embora tudo, debandaram tudo.

E a Senhora decidiu ir com o Pad Sebastião...

Graças a Deus! No dia que nós fomos se despedir, que nós ia sair para a 5 mil, o Pd Irineu pediu pro Eduardo nunca deixar o papai. "É Eduardinho, você vai sair e vai lá pra perto do Sebastião Idalino (chamava o papai de Sebastião Idalino). Nunca deixe o Sebastião, seja companheiro forte dele ". Até hoje nós estamos por aqui.

E como foi a vida com o Pd Sebastião.

Logo depois que chegamos o pai foi pro Rio do Ouro. Queriam tirar nós da 5 mil porque não tinha mais terra pra gente plantar. Era só capoeira, não dava mais nada. Aí ele foi procurar terra para os lados do Inauini. Quando ele veio de volta levou toda a família para o Rio do Ouro. Mas foi muito difícil lá. Da estrada onde a gente deixava o carro tinha que caminhar três horas a pé para chegar. E de uma terra para outra era muita lama, muito ruim. Para levar as coisas de caminhão o Odemir é quem carregava, ainda tinha que atravessar o rio para o outro lado e levar tudo nas costas. Três horas de viagem pra carregar toda a mercadoria nas costas até lá. E adoecia todo mundo. Pegamos uma malária muito forte, muito mesmo. Papai adoeceu, a mãe (Md Rita) adoeceu.

Outra dificuldade é que tinha três cachoeiras no rio, cada qual mais forte. Uma vez perderam uma canoada de mercadoria de seringa. A canoa emborcou e rebentou tudo. De uma cachoeira para outra tinha que sair com a canoa e levar a mercadoria nas costas, na margem do rio, porque a canoa não atravessava a cachoeira. Um dia botaram para atravessar numas pedra e a água pegou tudo e arrebentou. Por isso o pai foi seguindo atrás de um lugar lá perto da Boca do Acre. Chegando lá encontrou o Incra e eles falaram: "O senhor anda atrás de terra pro seu povo? Nós temos uma reserva e se quiser ir para lá tomar de conta com teu povo, pode ir". E o velho disse: quero. Um dia ele voltou. No dia de São Sebastião, ele estava na fazenda, na boca do Igarapé, onde é o Chiquinho (Chico Corrente). Depois foi subindo o povo para lá. Quando chegou agosto eu fui. O Eduardo já tinha ido, junto com um bocado de gente. A Osmarina, minha filha, foi na frente também.

Não sei como é que nós passamos essa fase, que foi muito pesada na vida. Fomos para o Mapiá e lá tinha alguns moradores. Tinha o velho Amâncio e sua família, que ajudou a gente num pouco. Mas quando nós chegamos, não tinha lugar para atar uma rede. Não tinha palha, não tinha nada. As rede eram atada na beira do igarapé, nas árvores. Fizemos uma cozinha, que nós ia cozinhar machucando o barro, que logo fazia lama e nós jogávamos mato dentro da cozinha para secar a lama. No lugar da gente dormir, forrava de noite com mato verde para os mosquiteiros não melar de lama. Graças a Deus fomos indo, fomos indo e até hoje estamos lá: dando conta e lutando.

O padrinho foi embora, mas a gente tá fazendo força para ver o que vai fazer com o lugarzinho que ele deixou a gente. Ver se a gente vai cultivando mais, mas é muito difícil. Porque com ele, meu filho, a gente atravessava brejo de pedra, trilha de espinho e ninguém sentia nada, tava todo mundo feliz. Mas sem ele a coisa mudou muito. No tempo do papai, no Mapiá, nós não comprava mercadoria. Tínhamos de tudo em casa, até bombom pras crianças, que ele mandava comprar. O Chico Corrente é quem carregava em Boca do Acre e colocava no armazém na boca do igarapé. O Chiquinho pegava até seis homens que saíam com ele num canoão grande - e era no remo mesmo, no varejão. Enchiam aquele canoão e ficavam seis dias dentro do igarapé para chegar em casa. Remando! Remando e no varejão. E esse negócio de chegar e dizer que tava cansado e vou descansar... não. Descarregava a canoa e no outro dia virava pra traz de novo. Mais seis dias de viagem. Do Mapiá até a Boca do Acre. Descarregava a canoa, carregava a canoa. Levava a canoa pelo seco. Rolava a canoa em cima dos pau. Era rolando pau. Até que eles chegavam, com muita luta.

Mas era uma felicidade pra gente... acredita? Uma felicidade, só de saber que estávamos com o pai ali. Ninguém reclamava nada, todo mundo era feliz e tranqüilo. A mercadoria chegava, ele pegava uma cadeira e botava na varanda da casa e todo mundo ia lá encher o saco, todos levavam do que precisavam. "Eta que as formiguinhas hoje tão carregando tudo que é comida pras morada, pros filhinho ", era uma felicidade que ele achava. Aquele prazer que ele tinha de ver nós daquele jeito. Nós não comprava, não tinha dinheiro, mas nós tinha de tudo. Esse negócio de levar uma coisa que faltou e anotar no caderno que o fulano levou - não tinha isso. Era ele botando a mercadoria no armazém e nós trabalhando em roçado, que a produção ia pro armazém também. Dali todo mundo tirava farinha, arroz, feijão - tirava de tudo. Todo mundo botava ali e quando era para buscar de comer, era dali que saía. Ele mandava até pelar o arroz em Boca do Acre.

Agora a gente tem de tudo lá, mas é tudo no contrato. Mudou muito. É uma cidade - da televisão ao carro. Para quem não tinha um motor para puxar mercadoria... (eheh). Ja falei com o Alfredo para ajuntar o povo e fazer como o papai fazia. Plantar junto. Ele disse: "Mana, mas o pessoal não quer mais". Já espalhou todo mundo e ninguém mais quer viver assim. Cada qual está vivendo a sua vida. Mas eu disse pra ele, se dois ou três quiserem viver daquela maneira... foi a vida que o pai tinha. A vida que conseguiu para nós. Se juntar ali uns quatro ou cinco para levar este tantinho, não falta para nós. Agora está difícil mesmo. O problema é atender todo mundo.

E a história do garrafão do Daime que o padrinho dizia que ia levar pro mundo todo.

Um garrafão não, ele tava com um litro de Daime. Quando ele trabalhava pra fazer o Daime ele ganhava um litro e fazia trabalho na 5 mil com esse litro. E dizia que ia sair a botá Daime no mundo inteiro. Eu achei muito difícil! Levar para o mundo inteiro ganhando um litro de Daime? Era o que ele ganhava do Mestre.

Foto: Maria Brihante, Rafael (entrevistador), André (neto) e Osmarina (filha) em Florianópolis.
Entrevista e foto: Rafael Gué Martini

FREE MY LAND - LIBERAR MI TIERRA - LIBERTARE LA MIA TERRA




I am the voice of million wanting to be heard
I am the quest for a freedom that was burned
a story left untold
these hands are blameless and these eyes are filled with hope
just walk into this soul and feel my sorrow
a story you should know
Here I am
Asking to the world to free my land
oh yes live in harmony just hand in hand
hear me help me to free ... my land
these tears are falling for a way too long
and these fears frozen my heart and now my dreams are gone
I ask you to hear my voice
Here I am asking to the world to free my land
Oh yes live in harmony just hand in hand
hear me, help me to free my land

Soy la voz de millones de desean ser oídos
Soy la búsqueda de una libertad que fue quemada
una historia se marchó sin decir nada
estas manos son inocentes, estos ojos están llenos de la esperanza
sólo entra en este alma y siente mi pena
una historia que deberías saber
Aquí estoy
Pidiendo al mundo para liberar mi tierra
sí, vivir en armonía, mano de la mano
Escúchame, ayúdame a liberar ... mi tierra
Estas lágrimas han caído por demasiado tiempo
y estos miedos han congelado mi corazón
y ahora mis sueños se han ido
Te pido que escuches mi voz
Aquí estoy pidiendo al mundo para liberar mi tierra
Sí vivir en armonía, mano de la mano
Escúchame, ayudame a liberar... my tierra


Sono la voce di millioni che vogliono essere ascoltati
sono la ricerca di una libertá che é stata brusciata
Una storia che se ne é andata senza dire nulla
Queste mani sono innocenti,
e questi occhi sono pieni di esperanza
soltanto entra in quest'ánima e senti il mio dolore
una storia che dovresti sapere
Io sono qui
chiedendo al mondo per libertare la mia terra
si, vívere in armonia, mano nella mano
Ascoltami, aiutami a libertare la mia terra.
Queste lácrime sono scese per molto tempo
e queste paure hanno ghiacciato il mio cuore
e adesso e miei sogni se ne sono andati
Ti chiedo ... ascolta la mia voce
Io sto qui, chiedendo al mondo per libertare la mia terra
si, vivere in armonia, mano nella mano
ascoltami, aiutami a libertare... la mia terra

Sou a voz de millões de desejam serem ouvidos
Sou a procura de uma liberdade que foi queimada
uma história partiu sem ser contada
essas mãos são sem culpa e esses olhos são cheios da esperança
somente entra nesta alma e sente a minha tristeza
uma história que você deve saber
Aqui estou
Pedino ao mundo para libertar a minha terra
oh sim, viver em harmonia somente de mãos dadas
ouça-me me ajuda a libertar ... a minha terra
essas lágrimas estão caíndo faz muito tempo
e esses medos congelaram o meu coração e agora os meus sonhos foram embora
Peço-o ouvir a minha voz
Aqui estou pedindo ao mundo libertar a minha terra
Oh sim, viver em harmonia somente de mãos dadas
ouça-me, me ajude a libertar a minha terra

sábado, julho 11, 2009

RED AND GREEN - ROJA Y VERDE


This days I feel red and green!
The red hearts of the green braves !
Help Iran people to grow in freedom !
New seeds are being planted! act now

En estos dias me siento roja y verde
Como rojos son los corazones de los verdes y bravos !
Ayuda el pueblo Iraní a crecer en libertad!
Nuevas semillas están siendo plantadas ! actua ya!!

SANTO DAIME - HINO VIDA NOVA OFERTADO A MAD RITA POR SALOMÃO ROSSY - RAINHA DA FLORESTA - MANAUS




HINO VIDA NOVA

É com firmeza e com amor, é com firmeza e com amor, é com firmeza e com amor
Que si vence esta batalha, e confiar em Jesuscristo que promete e nunca falha.

Nesta guerra com a materia, nesta guerra com a materia, nesta guerra com a materia
Temos muito que aprender, é preciso se humilhar e é preciso se arrepender

Tenho fé que eu vou vencer, tenho fé que eu vou vencer, tenho fé que eu vou vencer
E aqui vou me firmar, receber esta vida nova que a Virgem Mãe mandou me dar






VIVA MADRINHA RITA!! VIVA CÉU DO MAPIA!! VIVA A RAINHA DA FLORESTA!!




;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

quinta-feira, julho 09, 2009

IRAN NEWS - 9JUL09 - NOTICIAS DE IRAN ULTIMA HORA





FOLLOW THE LAST NES TODAY ON REAL TIME http://adjix.com/h6ii IRAN ELECTION

http://adjix.com/riq9 REVOLUTIONARY ROADS


SIGA LAS NOTICIAS DE HOY EN IRAN EN ESPAÑOL http://adjix.com/rk2c REVOLUCION IRAN


STAND WITH IRAN PEOPLE FIGHTING FOR THEIR RIGHTS
APOYE EL PUEBLO IRANIANO QUE LUCHA POR SU LIBERTAD!



::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

segunda-feira, julho 06, 2009

AIUTOOOOO FACEBOOK VUOLE CHIUDERE LA CONTA DE SAEED VALADBAYGI E TU POI AIUTARE !! LEGGI E PASSA AI TUOI CONTATTI ED AMICI




http://revolucioniran.blogspot.com
http://shooresh1917.blogspot.com

Incredibile ma vero. Chiediamo aiuto a tutti quelli che possano leggere questo messaggio. Questo blog é stato criato per rompere le bariere delle lingue per chi non fala inglese o farsi e poter mantener la communicazione ed aumentarla se possibile, migliorando la divulgazione di quello che sta succedendo in Iran.

Ed é esattamente questo che Saeed Valadbaygi con le sue conte in facebook e twitter sta facendo, spezzando il blocco che il governo iraniano cerca di creare per evitare che la fuga di notizie, da quando ha iniziato la crisi, lui é stato constantemente inviando fotos, videos e comentando minuto a minuto quello che succede e continua a farlo. Per questo motivo molte persone abbiamo continuato a seguirlo, justamente per 2"SAPERE" e per "IL SACRO DIRITTO DE INFORMAZIONE" che abbiamo e al che siamo abituati in questa parte del pianeta.
Cosí sem pensare al pericolo, lui ogni giorno ci fa sentire piú vicini al popolo iraniano,, degli studenti, le donne, i professori, i bambini, di tutti quelli che di un modo o l'altro stano lottando per la loro libertá individuale e i loro diritti umani, penso che la funzione de Saeed é stata determinante (non che non ci siano altri che stano facendo questo ma il fatto di avere quasi 10.000 contatti nelle sue conte de FB parla da solo)

Sicuramento questo aumentó il trafico verso la sua primera conta, e da allora é cominciato a ricevere advertimenti di FB, perche molto velocemente aveva amici e piú amici al ponto di dover aprire un'altra conta (per causa del limite raggiunto di amici e gli advertimenti de FB) obviamente questa seconda conta é cominciata veloceente a riempirse di contatti, e se come sono tutte persone diverse lui si ve obbligato a fare i post nelle 2 conte di modo che TUTTI abbiamo accesso alle informazioni, stá essendo acusato di abusare delle sue conte, di fare troppi post e rompere le regole di FB
FB continua a minacciare e ha datto una especie di ultimatum, anche se vari gruppi in defesa delle conte de Saeed sono stati criati, non hanno voluto ascoltare.

In questo momento ci sono persone scomparse, sequestrate nel bel mezzo della note, in cárceri buie, ascoltando le urla di gente essendo torturata, o loro stessi essendo torturati, donne e uomini violentati física e psicologicamente, persone inforcate, minacciate, vedendo gli altri morire ed aspettando la propria morte, pregando per che il loro turno non arrivi mai, famiglie che non sanno dove sono i suoi, mamme, figli, nonni, amici che non rivedrano mai piú i suoi cari, pieni di angosha e dolore penetrando nei loro cuori, altri pensando che forse é meglio rimanere zitti ed abbandonare per evitare la morte, ed altri con certeza pregando para che cosi sia... e lúnica cosa che puó in algun modo fermare tutto ció é la COMMUNITÁ INTERNAZIONALE quindi noi stessi.

É come uomini e donne liberi, vedendo i nostri fratelli in dificultade, e fazendo ogni uno quello che puó, pressando i governi dei nostri paesi para che prendan una POSIZIONE DECENTE di fronte a questo disastro che qualcosa puó cambiare, perche oltre la religione, razza, colore e política siamo tutti ESSERE UMANI. L'importanza della funzione di questi eroi che anche con paura continuano inviando notizie desde Iran é fundamentale, cosi come per loro é fundamentale il nostro supporto desde altre parti del mondo, altrimenti , il governo iraniano non sarebbe preoccupato con tutto questo, non bloccarebbe i telefonini, non cercherebbe di cacciare i navigatori, ne meno spaccando antenne satellitare per tutto il paese, vuol dire che stanno sentindo la pressione. Penso che mai come oggi, Internet sta havendo un papel rilevante in una situazione del genere. Vogliono che pensiamo che tutto é finito, che non é sucesso nulla NON GIELO PERMITTIAMO!!

Vorresti guadagnare un bel pezzo di paraiso con vista al mare?? :) perfetto, allora chiediamo AL MONDO INTERO, e chiedo a TE, che stai leggendo queste parole neste momento: per favore invia un email a facebook warning+yf64oz@facebookmail.com e chiedi che lascino Saeed continuare a lavorare IN PACE e continuare con la sua importante missione per Iran e per il mondo, che non ti tolgano il tuo diritto a sapere, ne al pópolo Iraniano il diritto a che noi sapiammo quello che sta succedendo... siamo la loro speranza e anche la nostra. NON LASCIAMO PERDERE QUESTA OPPORTUNITÁ!!

Che non credi nel paraiso e non ti piace il mare?? non importa, fai la tua buona azione del giorno, dai il tuo grano di sabbia, aiuta a cambiare il mondo, ti sentirai una MERAVILHA, fare del bene... il miglior antidepresivo che esiste sopra la facia della terra!!

Non lasciare per domani quello che puoi fare oggi, adesso. Forza Guerrero della pace... il tuo aiuto é importante!!
GRAZIE DI TUTTO CUORE IN NOME DE SAEED, DEL POPOLO IRANI E DEGLI AMANTI DELLA LIBERTÁ!!!

AYUDA URGENTE : FACEBOOK QUIERE CERRAR LA CUENTA DE SAEED VALADBAYGI


Increíble pero cierto. Pedimos ayuda a todos los que lean este mensaje. Este blog fué creado para poder romper las barreras del idioma con quien no habla inglés y poder así mantener la comunicación y aumentarla si es posible divulgando lo que acontece en Irán.

Es exactamente lo que está haciendo Saeed Valadbaygi con sus cuentas de facebook e twitter, está rompiendo el bloqueo que el gobierno Iraní intenta crear para evitar la fuga de noticias, desde el inicio de la crisis él ha estado constantemente enviando fotos, videos y comentando minuto a minuto lo que pasaba y sigue haciendolo. Debido a esto muchísima gente en Facebook comenzó a seguirlo, justamente para poder "SABER" y por el "SAGRADO DERECHO A LA INFORMACION" que tenemos y al que estamos acostumbrados de este lado del planeta.
Así sin importar el peligro, él cada día nos hace sentirnos más cerca del pueblo iraní, de los estudiantes, las mujeres, profesores, niños, de todos aquellos que de un modo u outro están luchando por su libertad individual y sus derechos humanos, creo que la función de Saeed ha sido determinante ( no que otros no lo estén haciendo pero el hecho de tener casi 10.000 contactos en sus dos cuentas de Facebook habla por si solo).

Seguramente esto incrementó el trafico hacia su primera cuenta, ahí comenzó a recibir advertimientos de FB,porque muy rápidamente ganaba amigos y màs amigos al punto que tuvo que abrir otra cuenta (por aquello del límite de amigos y las advertencias de Facebook)) obviamente esta segunda cuenta también comenzó a llenarse rápidamente con más contactos, y obviamente como son todas personas diferentes, está obligado a hacer los post en sus dos cuentas para que TODOS tengan acceso a las informaciones, está siendo acusado de usar demasiado su cuenta, de postear muchas cosas y romper las reglas de FB.
FB sigue amenazando y ha dado una especie de ultimatum, a pesar de que varios grupos en defensa de las cuentas de Saeed fueron creadas, no han querido escuchar.

En estos momentos hay personas desaparecidas, raptadas en medio de la noche, en cárceles oscuras escuchando gritos de gente torturada, siendo torturados ellos mismos, mujeres y hombres violados, física y psicológicamente, personas siendo ahorcadas, amenazadas, presenciando muertes y esperando la propia, rezando para que no sea su turno, familias que no saben el paradero de sus queridos, madres, hijos, abuelos, amigos que nunca más verán sus seres amados, con angustia y dolor penetrando en sus corazones, otros pensando que a lo quizás lo mejor sea callarse y abandonar para evitar la muerte, otros seguramente rezando para que lo hagan... y lo único que puede de algun modo hacer presión para que pare todo esto es la COMUNIDAD INTERNACIONAL a la que todos pertenecemos.

Es como hombres y mujeres libres, viendo nuestros hermanos en dificultad y haciendo cada uno lo que pueda, presionando los gobiernos de cada uno de nuestros paises para que "TOMEN ALGUNA ACTITUD DECENTE" de frente a este desastre que algo puede cambiar, porque más allá de religión, raza, color, y política somos todos SERES HUMANOS. La importancia de la función de todos los héroes que a pesar del miedo continuan enviando noticias desde Iran es fundamental, así como fundamental para ellos es nuestro apoyo desde fuera, si no, el gobierno iraní no estaría preocupado con todo esto, no estaría bloqueando telefonos, ni intentando localizar internautas, o quebrando antenas satelitares por todo Iran, quiere decir que están sintiendo la presión. Creo que nunca antes como ahora Internt está teniendo un papel relevante en situaciones así. Quieren que pensemos que todo acabó, que no pasó nada NO SE LO PERMITAS!!

Quieres ganar un pedazo de paraíso con vista al mar?? :) perfecto, entonces ahora pedimos AL MUNDO ENTERO, te pido a tí que estás leyendo esto en este momento: por favor envia un email a FACEBOOK warning+yf64oz=c@facebookmail.com y pide que dejen Saeed trabajar en paz y seguir con su importante misión para Irán y para el mundo, que no te quiten tu derecho a saber, ni al pueblo Iraní el derecho a que nosotros sepamos lo que esta pasando... somos la esperanza para ellos .. y para nosotros también. NO LA DEJEMOS PERDER!!

Que no crees en el paraíso o no te gusta el mar??? bueno no importa, haz tu buena acción del día, pon tu granito de arena para cambiar el mundo, te vas a sentir UNA MARAVILLA, hacer el bien ... el mejor antidepresivo que existe sobre la faz de la tierra!!


Hazlo ahora... no dejes para mañana lo que puedas hacer hoy. Fuerza guerrero de la paz... tu ayuda es importante!!
GRACIAS DE TODO CORAZON EN NOMBRE DE SAEED, DEL PUEBLO IRANÍ Y DE LOS AMANTES DE LA LIBERTAD!!

domingo, julho 05, 2009

ENTREVISTA COM PAD. CHICO CORRENTE E MAD MARIA BRILHANTE EM CÉU DO MAPIÁ




Mad Maria Brilhante com Haike seu neto

esta foto é desse dia meravilhoso

Pad Chico Corrente
A ENTREVISTA ESTA EM PORTUGUES

Lembro come fose hoje, foi depois do trabalho da Virgem da conceiçao, cantamos Mestre Irineu e sentamos fora do túmulo do Pad Sebastiao e do Vo corrente a conversare um pouco da doutrina da floresta que estamos espalhando por todo o mondo . ai numa ora chegou a MAd Maria Brilhante e também nos contou varias curiosidades, ela é das antigas mesmo !! spero gostem ;)

Recuerdo como si fuera hoy, despues del trabajo de la Virgen la Concepcion, cantamos MEstre Irineu y nos sentamos afuera del túmulo del Pad Sebastiao y del Vo Corrente a conversar un poco de la doctrina de la floresta que estamos llevando por todo el mundo, de repente llegó la mad Maria Brilhante que también nos contó varias curiosidades, ella es de las antiguas de verdad!! espero les guste ... y que entiendan portugues :D

DOWNLOAD HINARIO LUA BRANCA - MAD RITA GRAVADO EM CÉU DO MAPIÁ 2006

Join ILOVESANTODAIME Now! cria a tua conta gratuita de 4Shared

Gravamos este hinario em Casa de Fátima Santágata, com Pad Alfredo, Roberval, Irineu y de puxadoras MAd Gecila Texeira, Rute, Maria Alice do Val.

aqui podem escutar o hinario Lua Branca da Mad Rita

BAIXAR HINARIO LUA BRANCA + OFERTADOS DE MAD. RITA



.............................................

sábado, julho 04, 2009

BOA NOVA DESDE MAPIA !! GOOD NEWS FROM CÉU DE MAPIÁ !! BUONE NOTIZIE DESDE MAPIÁ


nossa Mad Rita com sr Francisco Mota na sua visita a Mapiá

Baixinha (Lumiar) na foto de 20 anos atrás trabalhando
incorporada com o seu guia Caboclo Tupinambá


Mad Nonata e Mad Rita

Linda Madrinha!!



Good news brothers and sisters!! from Céu do Mapiá, Mrs Eliana told me that Mad Rita is totally recovered of malaria, she's ok now and we all are really happy for this. Mad Baixinha was in Mapia after years making some works for the community and Mad Nonata is visiting the community also and last one The Festival 2009 was awesome!! wowowowo

Então as boas novas bem do Céu do Mapiá. dona Eliana me contou que a Mad Rita ja ficou boa da malaria graças a Deus!! . contou que a Baixinha esteve no Mapia depois de muitos anos, fazendo uns trabalhos muito bons para toda a comunidade, que Mad Nonata estã de visita en Mapiã y que o Festival Junhino 2009 foi muito ma muito bom!! wowowowow


Entonces las buenas noticias vienen de Céu do Mapiá. doña Eliana me contó que la MAd Rita ya está recuperada de la malaria que cogió gracias a Dios !!! contó que la Baixinha estuvo en Mapia despues de muchos años haciendo unos trabajos que fueron muy buenos para toda la comunidad y que MAd Nonata está allí en Mapiá y para terminar que o Festival Juninho 2009 fué todo un éxito!! wowowo

Le notizie arrivano di céu do Mapiá. Dona Eliana mi ha detto che Mad Rita si é ricoverata rapidamente da malaria e stá molto bene e siamo tutti molto felici per questo!! . MAd Baixinha ha visitato Mapiá dopo molti anni e ha fatto dei lavori molto buoni per tutti , Mad Nonata stá in Mapiá e per último il Festivale di giugno 2009 é stato un ésito !!!

VIVA CÉU DO MAPIÁ
VIVA A MAD RITA
VIVA O NOSSO FESTIVAL
VIVA TODOS NOS!!




................................................................

sexta-feira, julho 03, 2009

URGENTE FIRMA LA PETICION PARA DETENER LA REINTRODUCCION DE LEYES RACIALES EN EUROPA


lA REENCARNACIÓN DE HITLER DESPUES DE UNA FIESTA A VILA CERTOSA


Las cosas que acaecen en Italia han tenido siempre, para bien o para mal, una gran influencia en toda la sociedad europea, desde el Renacimiento italiano al fascismo, pero no siempre se han conocido a tiempo.

La noticia en otros webs

En este momento, los periódicos europeos muestran gran interés por algunos aspectos de la crisis que está atravesando nuestro país; sin embargo, consideramos un deber de los que vivimos en Italia llamar la atención de la opinión pública europea sobre otros aspectos que han permanecido oscurecidos. Se trata de ciertos movimientos de la política y de la legislación italiana que, si no se logran frenar, pueden desfigurar el rostro de Europa y hacer retroceder la causa de los derechos humanos en todo el mundo.

El Gobierno de Berlusconi, con el pretexto de la seguridad, ha impuesto al Parlamento, del que tiene el pleno control, la adopción de normas discriminatorias con respecto a los inmigrantes que ya no se veían en Europa desde los tiempos de las leyes raciales.

Se ha sustituido el sujeto pasivo de la discriminación; ya no es el judío sino la población de inmigrantes irregulares, compuesta por centenares de miles de personas, pero no se han cambiado las normas previstas por las leyes raciales, como la prohibición de los matrimonios de conveniencia mixtos.

Con esa prohibición se impide (...) el ejercicio de un derecho fundamental como es el de contraer matrimonio a personas sin vínculos de raza o de religión; un derecho fundamental del que se sustrae no sólo a los extranjeros, sino también a los italianos.

Además, mediante una norma aún más lesiva para la dignidad humana, se ha introducido la prohibición de reconocer a sus propios hijos a las mujeres extranjeras sin papeles. Como consecuencia de esa decisión política, (...) los hijos de las madres extranjeras en situación irregular serán para siempre hijos de nadie, se les separará de sus madres y serán entregados al Estado. Ni siquiera el fascismo llegó tan lejos. Las leyes raciales introducidas por ese régimen en 1938 no privaban a las madres judías de sus hijos, ni las obligaban a abortar para evitar tener que entregar a sus hijos al Estado.

No apelaríamos a la opinión pública europea si la gravedad de estas medidas no superara toda frontera nacional, y no exigiese una reacción responsable de todas las personas que creen en una humanidad común. Europa no puede admitir que uno de sus países fundadores retroceda a niveles primitivos de convivencia, contradiciendo las leyes internacionales y los principios de seguridad jurídica en que se basa la propia construcción política europea. Va en interés de todos nosotros europeos garantizar que esto no suceda.

La cultura democrática europea debe tomar conciencia de la patología que proviene de Italia y movilizarse para impedir que se extienda en Europa.

Cada uno debe elegir el modo oportuno de manifestar y hacer valer su oposición.

FIRMA LA PETICION AHORA http://www.articolo21.info/5540/editoriale/firma-lappello-contro-il-ritorno-delle-leggi.html

FIRMA L'APELLO CONTRA IL RITORNO DELLE LEGGI RAZIALI IN EUROPA


La rincarnazione di Hitler dopo una visita a Vila Certosa
Potrei dirgli dove mettere quel dito

RAZZISMO - ESTUPIDITÁ - VER


Firma l'appello contro il ritorno delle leggi razziali in Europa

di Articolo21.info

Articolo21 aderisce con convinzione all'Appello di Micromega contro il ritorno delle leggi razziali in Europa.
Da sempre siamo convinti che combattere il razzismo sia l'unico comportamento civile auspicabile . Inoltre stare accanto agli ultimi è anche una sceltra strategica visto che la repressione non risolve le cause della crisi sociale ed economica , ma anzi esaspera la società.

Le firme:
Articolo21, Camilleri, Tabucchi, Maraini, Fo, Rame, Ovadia, Scaparro, Amelio
Pubblichiamo il testo italiano dell'appello pubblicato il 1 luglio sul quotidiano spagnolo El Paìs.

FIRMA L'APPELLO

Alla cultura democratica europea e ai giornali che la esprimono

Le cose accadute in Italia hanno sempre avuto, nel bene e nel male, una straordinaria influenza sulla intera società europea, dal Rinascimento italiano al fascismo.
Non sempre sono state però conosciute in tempo.
In questo momento c’è una grande attenzione sui giornali europei per alcuni aspetti della crisi che sta investendo il nostro paese, riteniamo, però, un dovere di quanti viviamo in Italia richiamare l’attenzione dell’opinione pubblica europea su altri aspetti rimasti oscuri. Si tratta di alcuni passaggi della politica e della legislazione italiana che, se non si riuscirà ad impedire, rischiano di sfigurare il volto dell’Europa e di far arretrare la causa dei diritti umani nel mondo intero.
Il governo Berlusconi, agitando il pretesto della sicurezza, ha imposto al Parlamento, di cui ha il pieno controllo, l’adozione di norme discriminatorie nei confronti degli immigrati, quali in Europa non si vedevano dai tempi delle leggi razziali.
È stato sostituito il soggetto passivo della discriminazione, non più gli ebrei bensì la popolazione degli immigrati irregolari, che conta centinaia di migliaia di persone; ma non sono stati cambiati gli istituti previsti dalle leggi razziali, come il divieto dei matrimoni misti.
Con tale divieto si impedisce, in ragione della nazionalità, l’esercizio di un diritto fondamentale quale è quello di contrarre matrimonio senza vincoli di etnia o di religione; diritto fondamentale che in tal modo viene sottratto non solo agli stranieri ma agli stessi italiani.
Con una norma ancora più lesiva della dignità e della stessa qualità umana, è stato inoltre introdotto il divieto per le donne straniere, in condizioni di irregolarità amministrativa, di riconoscere i figli da loro stesse generati. Pertanto in forza di una tale decisione politica di una maggioranza transeunte, i figli generati dalle madri straniere irregolari diverranno per tutta la vita figli di nessuno, saranno sottratti alle madri e messi nelle mani dello Stato. Neanche il fascismo si era spinto fino a questo punto. Infatti le leggi razziali introdotte da quel regime nel 1938 non privavano le madri ebree dei loro figli, né le costringevano all’aborto per evitare la confisca dei loro bambini da parte dello Stato.
Non ci rivolgeremmo all’opinione pubblica europea se la gravità di queste misure non fosse tale da superare ogni confine nazionale e non richiedesse una reazione responsabile di tutte le persone che credono a una comune umanità. L’Europa non può ammettere che uno dei suoi Paesi fondatori regredisca a livelli primitivi di convivenza, contraddicendo le leggi internazionali e i principi garantisti e di civiltà giuridica su cui si basa la stessa costruzione politica europea.
È interesse e onore di tutti noi europei che ciò non accada.
La cultura democratica europea deve prendere coscienza della patologia che viene dall’Italia e mobilitarsi per impedire che possa dilagare in Europa.
A ciascuno la scelta delle forme opportune per manifestare e far valere la propria opposizione.

Roma, 29 giugno 2009


FIRMA L'APPELLO

URGENT SIGN AGAINST THE REINTRODUCTION OF THE RACE LAWS IN EUROPE BY 2 MAD AND FOOL GUYS


Hitler reeencarnation after Vila Certosa Parties "Will that laws be valid for the foreign girls he pays to go to his parties????

I WILL TELL YOU WHERE YOU CAN PUT THAT

RACISM, STUPIDITY, PANTS DOWN MR B...I


To European democratic public opinion and the press that keeps it informed

Events in Italy have always – for better or worse – had an extraordinary influence on the whole of European society, from the Italian Renaissance to Fascism.
But, all too often, Europe has not become aware of these events in time.
There is currently a great deal of attention in major European newspapers on some aspects of the crisis that has engulfed our country. But we believe that it is our duty – the duty of all those living in Italy – to inform European public opinion on other alarming aspects that have not elicited such interest, such as the draft legislation proposed by the Italian Government, called the “Security Decree”. If it is not prevented, this legislation runs the risk of disfiguring the image of Europe and dealing a severe setback to human rights worldwide.
The Berlusconi Government, using security as a pretext, has imposed on our Parliament – over which it has total control – the adoption of laws discriminating against immigrants, laws the likes of which we had not seen in this country since the passing of the Fascist Race Laws.
The victim of the discrimination has changed: it is no longer the Jews but the undocumented migrant population, hundreds of thousands of people. But the discriminating measures have not changed: if passed, these new laws may, for example, forbid mixed marriages.
Such a prohibition would prevent a person from exercising a fundamental right, the right to marry without constraints of an ethnic or religious nature. The victims of discrimination would be denied this right simply on the basis of their nationality. Not to mention the fact that Italians would equally be denied their right to marry the person of their choice.
Another norm contained in the decree – even more abusive of human rights and dignity – is the prohibition for foreign women lacking permits (an administrative offence) to recognize their children at birth. Thus, the children born to “undocumented” foreign women, by virtue of a political decision by a temporary majority, shall be for their entire lives the children of unknown parents, they may be removed from their own mothers at birth and placed under the care of the State.
Not even Fascism had gone that far! The Race Laws introduced by the Regime in 1938 did not subtract children from their Jewish mothers, nor did they induce the mothers to abort rather than have their children confiscated by the State.
We would not be addressing European public opinion if the gravity of these measures were not such that it transcends national boundaries, calling for a reaction by all those who believe in our shared humanity. Europe cannot accept that one of its founding members regresses to primitive levels of social organization, contradicting international law and the very principles upon which the European political union is based.
It is in the interest of all of us that this not happen. It would dishonour us all.
European democratic public opinion must become aware of the disease ravaging Italy and act swiftly so that it does not spread further.
We are confident that each one of you will choose an effective way to demonstrate your opposition.

SIGN THE PETITION http://www.articolo21.info/5540/editoriale/firma-lappello-contro-il-ritorno-delle-leggi.html

Roma, June, the 29th 2009

Andrea Camilleri, Antonio Tabucchi, Dacia Maraini, Dario Fo, Franca Rame, Moni Ovadia, Maurizio Scaparro, Gianni Amelio

(2 luglio 2009)

TAKEN FROM http://temi.repubblica.it/micromega-online/against-the-reintroduction-of-race-laws-in-europe/


GOD SAVE HUMANITY!! PUT THEM WHERE THEY DESERVE!!


-------

FACE THE G8 - ENVIA TU MENSAJE AL G8 - NON CI RESTA MOLTO TEMPO - FAZ A TUA PARTE


On July 8th leaders of some of the world's richest and most powerful countries, the G8, will meet to discuss the pressing issues facing the world today. Join the debate and Face the G8 at http://facetheg8.panda.org/

El 8 de julio líderes de algunos de los países más ricos y poderosos del mundo , el G8, se van a encontrar para discutir como encarar el mundo de hoy. Únete al debate y envia tu mensaje al G8.
http://facetheg8.panda.org/

L'8 de luglio i líder di alcuni dei paesi piú ricchi e potenti del mondo, il G8, si incontreranno per parlare sobre i principali problemi del mondo. Da la tua opinione, invia il tuo messaggio al G8
http://facetheg8.panda.org/